FacebookYoutubeTwitterPinterestPartilharTrip AdvisorInstagram
bem-vindo àMaia!

UM FIM DE SEMANA DE DESCOBERTAS!

Artigovm pela cidade 01 2 1 750 999
13 Jan 2022

A pé vai descobrir imenso sobre a Maia! No centro da cidade há um caminho que resume o que se encontra no território. Um passeio que inclui edifícios urbanos, parques e locais históricos. Um programa completo, perfeito para fazer num fim de semana. Vamos a isso?

Comece no Parque Central da Maia, passe pelo Fórum da Maia e Torre do Lidador e termine no Monumento à Comunidade Maiata! Este é um passeio fácil de fazer e que vai proporcionar muitas descobertas! É também um caminho com futuro, onde se testam soluções de mobilidade, eficiência energética e economia circular.
Preparados?

NO CORAÇÃO DA MAIA
Comece a visita no centro da cidade! No Parque Central da Maia visite o Maia Welcome Center (Posto de Turismo), onde não só encontra todas as informações que precisa, mas também a exposição fotográfica “A Maia pela minha lente” de José Lopes.
Logo ao lado, vai descobrir o Fórum da Maia, um local indispensável da cidade, que dispõe de diversos auditórios, salas de espetáculo, galerias de exposições e biblioteca. Um local de encontro privilegiado entre a cultura e a cidade. Aproveite e visite a 11ª edição da UIVO, a Mostra de Ilustração da Maia, até 20 de fevereiro.
Bem no centro, e visível a partir de qualquer uma das dez freguesias do concelho, encontra o 5º edifício mais alto de Portugal, a Torre Lidador! Do arquiteto António Machado, a torre tem 92 metros e está 101 metros acima do nível do mar, proporcionando uma vista única!Continuando o seu percurso encontra a Igreja Nossa Senhora da Maia do arquiteto Corte-Real, um outro local de visita obrigatória. Com capacidade para 900 pessoas, este é um local de culto com um interior riquíssimo, com obras de arte religiosa, onde se destacam o grande vitral da Ressurreição, o sacrário, o Cristo, a imagem de Nossa Senhora da Maia, a via-sacra e o baixo relevo de S. Miguel. Inspirado na Igreja da Lapa, aqui encontra-se o Órgão de Tubos do organeiro alemão Siegfried Schmid, composto por 2152 tubos, 36 registos, 3 teclados manuais e 1 teclado de pedaleira de duas oitavas e meia. Antes de fechar o primeiro dia, nada melhor do que relaxar no Parque Urbano Novo Rumo, o núcleo central dos parques da Maia. É possível percorrer este local entre diversos tipo de árvores, oferecendo um espaço perfeito para desfrutar de mais tempo em família.

Termine o primeiro dia deslocando-se até ao Monumento da Comunidade Maiata, conjunto de pirâmides que evocam a evolução da Maia. Autoria do arquiteto Pais de Figueiredo e do escultor Zulmiro de Carvalho.
Para recarregar as energias pode degustar o que mais saboroso a Maia tem para lhe oferecer: a sua gastronomia! Veja AQUI os diferentes tipos de cozinha que lhe oferecemos, que vão da cozinha tradicional à contemporânea ou sabores tão distintos como da cozinha asiática ou vegetariana, entre outras. Sugerimos-lhe também a hipótese de experimentar as nossas maravilhosas Francesinhas ( clique AQUI) ou, se for mais adepto de Petiscos, também não faltam ótimas sugestões veja (clique AQUI)

LUGAR À NATUREZA
O segundo dia promete uma maior contacto com o lado mais natural da Maia, que inclui a visita ao Parque Zoológico. Aqui encontra um centro de pedagogia para o respeito pela natureza. O reptilário e as apresentações de diferentes aves de rapina, entre outros animais, são alguns dos destaques a não perder!
Num pequeno desvio aproveite para visitar o Santuário Mariano de Nossa Senhora do Bom Despacho, igreja de 1738 onde se salientam os altares com talha dourada.
De regresso ao nosso tema visite o Parque de Lazer da Fundação Gramaxo. Com entrada gratuita, encontra-se aberto ao público todos os dias. Aqui encontra painéis de José Emídio e uma obra de João Cutileiro - A Árvore de S. Francisco, num espaço verde de tranquilidade onde se situa a Quinta da Boa Vista e a respetiva Fundação Gramaxo.
O dia passa a correr quando nos sentimos bem no local em que estamos, não é verdade? Então não deixe passar a oportunidade de visitar a Quinta dos Cónegos, um espaço envolvente único, com uma casa do séc. XVIII, de estilo barroco e de influência da Escola Nasoni, cujo edifício engloba a capela da Sagrada Família, do séc. XVII.


Na visita à Quinta dos Cónegos desfrute dos jardins e aprecie o exterior da casa que se desenvolve por uma grande extensão, em vários volumes de construção que se unem. A influência barroca pode ser apreciada nas várias arcadas e no desenho do conjunto das escadas. A rodear a casa encontra-se uma ampla área verde que apresenta vários elementos de água com destaque para o dragão e para o espelho de água.

Continue num ambiente de natureza percorrendo o Ecocaminho que resultou de uma reconversão da antiga linha ferroviária de Guimarães, num espaço para caminhar e andar de bicicleta. O percurso exibe diferentes contrastes entre distintos tipos arbóreos e a paisagem urbana. Antes de terminar, siga a nossa sugestão e visite a antiga Estação de Comboios da Maia, construída em 1932, agora convertida no Restaurante Estação. Aqui pode experimentar uma carta preenchida com sabores portugueses e de outras latitudes, num restaurante atual, mas com uma decoração que acompanha a evolução deste local histórico Este é um programa perfeito para reunir a família ou os amigos! Nós já estamos àsua espera para lhe proporcionar momentos inesquecíveis! Até já.
“Na Maia, sorria para a vida!”

Contactos
Maia Welcome Center
Parque Central da Maia
Rua Simão Bolívar
1º Piso - Loja 19
Tel 22 944 47 32
E-mail turismo@cm-maia.pt
powered by Wiremaze
CM Maia Turismo de Portugal Turismo Porto e Norte Caminhos de Santiago - Caminho Português da Costa