FacebookYoutubeTwitterPinterestPartilharTrip AdvisorInstagram
Newsletter
bem-vindo àMaia!

Caminho Português de Santiago

Chart?chst=d map spin&chld=0
20170704 121922 1 515 315

Caminho Português de Santiago

20170704 121922 1 139 90
20170704 121922 1 515 315
20170704 121922 1 515 315

O Caminho de Santiago é uma rota milenar seguida por milhões de peregrinos desde o início do século IX, quando foi descoberto o sepulcro do Apóstolo Santiago o Maior.
Desde então, pessoas das mais diversas procedências percorrem os Caminhos que conduzem à Catedral onde se veneram as relíquias do Santo Apóstolo, dando origem a um fenómeno que se mantém e reforça de dia para dia.
Percorrer o Caminho de Santiago é fazer um caminho de renovação, de transformação interior viajando ao ritmo de outros séculos, é no fundo peregrinar.
O Caminho Português é uma manifestação de património cultural imaterial que contribui de forma determinante para o fomento do turismo religioso e cultural, defendendo deste modo a preservação dos valores culturais materiais e imateriais como fatores chave nos territórios abrangidos pelas rotas peregrinarias, sustentando o aumento do número de peregrinos.
Sendo um património imaterial com crescente interesse nacional e internacional, o Caminho de Santiago carece de um programa infraestrutural condigno que permita dignificar e potenciar o seu valor intrínseco e adaptá-lo às condições atualmente exigidas pelos modernos peregrinos.
Sendo um património em vias de se transformar num produto turístico de maior densidade, foram identificados um conjunto de deficiências que têm contribuído para limitar o crescimento do Caminho Português de Santiago, nomeadamente, aquelas que resultam de uma sinalização desadequada ou da falta de infraestruturas de apoio, que são indutoras de insegurança e produzem insatisfação nos peregrinos.  Nas freguesias atravessadas pelos traçados do Caminho Português da Costa e Caminho Central tem vindo a acontecer a criação de novos itinerários sem outro critério que não o de satisfazer interesses comerciais e de “valorização” turística, Indivíduos e até empresas galegas, sem autorização de ninguém, “inventam” novos caminhos para Santiago que não possuem qualquer validade histórica, pintando setas amarelas, tornando a tarefa do peregrino difícil e desgastante.
O município da Maia em colaboração intermunicipal de 10 Câmaras municipais da Região Norte concorreu à obtenção de financiamento comunitário que permitiu uma harmonização sinalética corretora das insuficiências detetadas. Materializando assim a sua vontade inequívoca de garantir uma melhor qualificação dos trajetos históricos que cruzam o seu território..
Este projeto é o início de uma estratégia que visa atrair turismo cultural, turismo religioso, city breaks, numa seleção prévia, exclui locais com falta de condições mínimas para suporte a uma caminhada até Santiago de Compostela.
Estão atualmente sinalizados 3 itinerários: Caminho Central,Caminho Central por Braga e Caminho da Costa, futuramente serão levadas a cabo atividades culturais e visitas guiadas com o objetivo de dinamizar os percursos e tornar a experiência do peregrino ainda mais memorável.
Por forma a que o investimento dê resultados positivos, é imprescindível que as juntas de freguesia e os cidadãos maiatos, protejam estes marcos e denunciem qualquer tipo de infração que contra eles ocorra.

Boa Peregrinação !

Telefone
229 444 732
Endereço Web
Pontuação
Ainda não tem opiniões registadas
2682 visualizações

Próximos

Navegar
Contactos
Maia Welcome Center
Parque Central da Maia
Rua Simão Bolívar
1º Piso - Loja 19
Tel 22 944 47 32
E-mail turismo@cm-maia.pt
powered by Wiremaze
CM Maia Portal da Cultura Turismo Porto e Norte Caminhos de Santiago - Caminho Português da Costa